Páginas SERgipanas

terça-feira, 25 de janeiro de 2011

FOTO DO DIA

FLAGRA!!!!

A insustentável leveza do SER REVOLUCIONÁRIO.


A riot policeman jumps over the rear of a car near anti-government protesters in downtown Cairo
Reuters/Amr Abdallah Dalsh




Fonte: http://www.english.rfi.fr/africa/20110125-egyptian-protesters-say-tunisia-solution

sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

A ÉTICA RELATIVA DE AGUR



Leia Provébios 30.7-9 que transcrevo e reflita em seus termos.

7 Duas coisas te peço; não mas negues, antes que eu morra:  8 afasta de mim a falsidade e a mentira; não me dês nem a pobreza nem a riqueza; dá-me o pão que me for necessário;  9 para não suceder que, estando eu farto, te negue e diga: Quem é o SENHOR? Ou que, empobrecido, venha a furtar e profane o nome de Deus.


Esta é uma passagem que registra a prática da ética relativa. Nela, Agur dirige-se a Deus num tom de suposta piedade e roga a Ele uma série de benefícios para seu bem-estar na vida e, em ‘troca’, oferece a Deus o compromisso de ser uma pessoa ‘bem comportada’. Isto é uma ética relativa, um compromisso cheio de condicionantes, ou seja, ‘só serei fiel se receber isto ou aquilo.’ Agur, como homem e pecador, tratou Deus como um seu igual (Salmo 50.21).


Recentemente, a política de nosso país mostrou-nos mais um exemplo de sua ética relativa. Dizendo lutar ‘pelo povo’, os líderes dos grandes partidos ameaçavam o Governo Federal de aumentar o valor do salário mínimo, prejudicando o orçamento já estabelecido. O povo ficou de cobaia, sendo refém da manobra de ameaça na luta por mais cargos públicos. Perguntamos: se já era possível ter aumentado o salário, por que não brigaram por nós antes de seus interesses estarem em jogo? Respondemos: a ética relativa foi usada; afinal, se os políticos fossem satisfeitos eles seriam ‘bons moços’ comportadinhos.

Antes de ficarmos indignados com os ímpios que fazem a política de nosso país, consideremos a prática dos piedosos na igreja: quantas vezes nós também agimos com ética relativa na igreja de Deus? Perceba como fazemos nossas orações: se Deus atender nossos pedidos seremos ‘bons moços’ comportados! Se o irmão não me repreender em meu pecado, eu não brigo com ele. Enquanto o pastor não me exortar, não diminuo minha consideração por ele. Se eu trouxer o dízimo, Deus será obrigado a me abençoar (Malaquias 3.10). Responda sinceramente: Será que temos agido na igreja motivados por interesses próprios, talvez pela nossa vaidade ou carência de elogios humanos? Quantas de nossas ações são livres de barganha com Deus e com os homens? Fazemos para Deus ou para preencher relatórios? etc., etc. E assim vivemos o dia-a-dia de nossa ética relativa.

O fato de lermos na Bíblia as intenções do coração de Agur não significa que Deus tenha aprovado essas suas petições. Está registrado para nosso conhecimento e aprendizado mas, pelo Espírito que inspirou esta Palavra, entendemos quão errada era sua prática de vida, expressando uma ética relativa. A Bíblia, Palavra de Deus sem erros e sem falha, expõe os pensamentos do coração (Salmo 19.11-14; 2Tm 3.16,17; Hb 4.12), e nos corrige para nosso bem. Por isto, lá estão registrados esses pedidos como um espelho da nossa própria alma para nossa consideração e quebrantamento.

Meus irmãos, somos todos humanos, somos todos pecadores e nosso coração precisa sempre ser santificado pelo Espírito que habita em nós. Consultemos nosso coração à luz da Palavra de Deus, avaliemos nossos gestos, nossas palavras, nossos pensamentos e nossas intenções. Reformemos nossas vidas e então deixemos de barganhar com Deus e de manipular os homens por meio de uma ética relativa, mas passemos a viver uma ética absoluta, ou seja, uma ética verdadeiramente cristã.



Rev. Gilmar Araújo Gomes

Conservo em Cristo



Transcrito no boletim da Igreja Presbiteriana de Simão Dias, do dia 19-janeiro-2011.

sábado, 15 de janeiro de 2011

O BBB voltou... meus pêsames, Brasil.

Leia o texto abaixo e reconsidere sua ética e coerência cristãs:
__________________________________________________


Devemos parar de assistir ao BBB só por causa de um beijo gay?

Por Kenneth Edward Wieske, VDM

Parar de assistir BBB? Por causa de um beijo? Você está brincando?

E todos estes anos que o BBB está cheio de todo tipo de imoralidade "heterosexual"?

E todos estes anos, que a GLOBO e as demais emissoras estão jorrando para dentro da sua casa incontáveis horas de adultério, ódio, mentira, blasfêmia, sensualidade, assassinato, infidelidade, cobiça, imodéstia, imoralidade, avareza, ociosidade, tolice, imundice, irreligiosidade, e tantas coisas semelhantes?

Você engole tudo isto, e depois por causa de um beijo vai parar de assistir UM programa?

Que Cristianismo radical! Que santidade impressionante! Quem somos nós para decidir que assistir dois homens beijando é nojento, enquanto assistimos com maior calma e prazer a novela e o filme na qual quase todo mudo está fornicando com tudo mundo, ou vivendo em adultério e eu não sei quantos mais pecados?

Meu irmão, não é tempo para a comunidade "evangélica" parar de assistir a GLOBO. É tempo para a comunidade "evangélica" confessar a Deus o seu mundanismo; é tempo para a comunidade evangélica aprender o que é a verdadeira conversão, o verdadeiro arrependimento, a verdadeira busca pela santidade, o verdadeiro anseio pela pureza e santificação que só o Espírito Santo concede. É o tempo para a comunidade evangélica constatar, com vergonha e horror, que nossos hábitos de assistir televisão não são diferentes em quase nada dos hábitos daqueles que estão indo para o inferno.

É tempo para a comunidade evangélica aprender com Jó, que fez uma aliança com os seus olhos. Precisamos fazer uma aliança com os nossos olhos, para não olhar nem o pecado nem aquilo que nos induza ao pecado.

Um bom início seria mudar radicalmente os nossos hábitos quanto a assistir a televisão. Seria bom selecionarmos a dedo aquilo que passará em nossa tela; talvez fazendo uso de DVDs cuidadosamente selecionados.

E, falando de DVDs: se nós evangélicos temos DVDs pirateados em nossa prateleira, como é possível ficarmos tão chocados pelo beijo homossexual? O apóstolo Paulo, em 1 Cor 6, nos diz que os que vivem no pecado de homossexualismo não herdarão o reino de Deus. Mas no versículo seguinte, ele também nos ensina que os ladrões e roubadores igualmente ficarão fora.

Quando é que a Igreja vai aprender que o pecado é, por definição, algo que ofende a santidade de DEUS, e não deve ser avaliado conforme o grau de repúdio que causa em nós, pecadores? Pois este DVD pirateado, que jaz na prateleira de muitos evangélicos, é tão nojento e abominável a Deus quanto um beijo homossexual.

Estes dois homens que se beijaram, estão vivendo conforme a crença e "fé" deles. Seria tão bom se nós Cristãos aprendêssemos fazer o mesmo: viver conforme a nossa crença e fé, aplicando-a de uma forma coerente e consequente em nossas vidas.

____________________________
Kenneth Edward Wieske é pastor da Igreja Reformada do Grande Recife

http://blogdoseleitos.blogspot.com/2010/01/devemos-parar-de-assistir-ao-bbb-so-por.html#axzz1B7PAZjZe

sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

UM RESUMO IDEOLÓGICO

Lulismo à parte, todo brasileiro ciente de sua época deveria ler este artigo. Abraços, eu.
___________________________________________________________

Um ato de rotina

Definitivamente, ninguém na grande mídia, nos altos círculos da Itália
ou dos EUA tem a menor ideia de quem é, de fato, Luís Inácio Lula da Silva.

Quem não sabia, com meses de antecedência, que o Sr. Luiz Inácio iria jogar
o peso da sua autoridade de presidente numa última cartada espetacular em favor
do terrorismo internacional? Quem não sabia que Cesare Battisti,
ao fugir para o Brasil, escolhera o melhor lugar do mundo para tipos como ele,
o abrigo infalível de terroristas e narcotraficantes?

"Quem não sabia?" Que pergunta mais idiota. Eu sabia, meus colegas
e leitores do Diário do Comércio sabiam, a parcela ínfima da população brasileira
que se mantém informada sabia e, é claro, a turma do Foro de São Paulo sabia.
O resto da humanidade esperava de Lula outra atitude, simetricamente inversa,
compatível com a imagem estereotipada de estadista sereno e pragmático que
a mídia internacional forjou para torná-lo atraente aos investidores.

De toda parte, as reações indignadas ao gesto de solicitude paternal do
nosso ex-presidente para com um notório terrorista e assassino vieram com a
expressão de surpresa e desencanto do marido enganado que, até a véspera,
confiava cegamente na esposa. Definitivamente, ninguém na grande mídia
ou nos altos círculos da Itália, de qualquer outro país europeu ou dos EUA tem
ou quer ter a menor ideia de quem é Luís Inácio Lula da Silva.

Sem a mais leve pretensão de infundir nas cabeças dessas criaturas
um conhecimento que não desejam, do qual fogem como da peste,
assinalo aqui alguns lances memoráveis do curriculum vitae do ex-presidente:

1.Ele teve como seu mentor espiritual, desde a juventude até a velhice,
o ex-frade Carlos Alberto Libânio Christo, o Frei Betto, colaborador fiel do governo
de Fidel Castro e co-autor da Constituição Cubana. Jamais renegou o guru.

2.Logo após a queda da URSS, aderiu ao lema "reconquistar na América Latina
o que perdemos no Leste Europeu" e para isso fundou em 1990
e presidiu por doze anos o Foro de São Paulo, coordenação estratégica
do movimento comunista na América Latina, irmanando num plano estratégico
abrangente partidos legais e organizações criminosas. Em comunicado oficial
no 15º aniversário do Foro, as Farc, Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia,
reconheceram que essa iniciativa salvara da extinção iminente o movimento
comunista internacional.

3. Ao eleger-se presidente, fingiu afastar-se do Foro de São Paulo
mas continuou extra-oficialmente no comando da entidade por meio
do ministro Marco Aurélio Garcia e do assessor de imprensa Gilberto Carvalho.

4. Jurando não ter tido jamais qualquer contato com as Farc, presidiu assembléias
do Foro ao lado de Manuel Marulanda, comandante da narcoguerrilha colombiana,
e permitiu que membros do seu governo, junto com figuras estelares do seu partido,
se associassem a Marulanda na direção da mais importante revista de
debates internos do movimento comunista no continente, America Libre.

5. Durante seu governo, muitos concorrentes e dissidentes das Farc
foram perseguidos e presos no Brasil, enquanto os agentes da organização
operavam livremente no território nacional, não só distribuindo drogas,
mas fornecendo armas e treinamento a quadrilhas de bandidos locais
e aos militantes do MST, protegidos do governo. Quando o representante
das Farc no país, Olivério Medina, foi preso pela Polícia Federal, o partido
e o governo de Lula se mobilizaram para libertá-lo, dando-lhe, de quebra,
a cidadania brasileira e emprego oficial para sua esposa no ministério então chefiado
pela atual presidente da República, Dilma Rousseff (que negou envolvimento no caso
até que sua assinatura no decreto de nomeação fosse publicada na imprensa).
O único militante farqueano que permaneceu preso no Brasil foi
Juan Carlos Ramirez Abadia. Esta exceção explica-se porque o referido,
agindo evidentemente à margem das Farc, se envolveu num plano para
sequestrar o filho de Lula, Luís Cláudio.

6. O governo Lula sempre rejeitou o pedido colombiano de aplicar às Farc
o qualificativo oficial de "organização terrorista", propondo, ao contrário,
que a quadrilha de narcotraficantes fosse premiada por seus crimes mediante
a anistia geral e a transmutação da coisa em partido político legal.

7. Em dois discursos oficiais, publicados no site da Presidência da República
mas jamais noticiados por qualquer órgão de mídia no Brasil, ele confessou
a interferência direta do Foro e de São Paulo e dele próprio na política interna
da Venezuela e de outros países, para colocar e manter no poder tipos como
Hugo Chávez, Morales e tutti quanti.

8. É verdade que, no campo econômico, Lula se comportou direitinho e fez tudo
quanto o Banco Mundial mandou. Mas só agiria de outro modo se fosse louco.
Se o próprio Lenin fez o diabo para acalmar e seduzir os investidores internacionais
enquanto consolidava o poder interno dos comunistas na Rússia,
por que haveria Lula de entrar em guerra com o capitalismo planetário enquanto
ia discretamente ajudando a entregar aos agentes do Foro de São Paulo
o controle de várias nações latino-americanas?

A tática da dupla face funcionou tão bem que, numa mesma semana,
ele foi homenageado pelo Foro Econômico de Davos por sua adesão
ao capitalismo e no Foro de São Paulo por sua fidelidade ao comunismo.

Os que agora explodem de cólera ante a proteção que ele deu a Cesare Battisti
só conhecem, decerto, a primeira face. Por isso vêem nessa decisão obscena
uma exceção repentina, incoerente, inexplicável. Quem conhece a segunda
entende que foi um ato de rotina, o último de uma longa série.
Incoerência é uma coisa, duplicidade é outra.

Olavo de Carvalho, 6/1/2011 - 20h16

Olavo de Carvalho é ensaísta, jornalista e professor de Filosofia
Fonte: http://www.dcomercio.com.br/materia.aspx?id=59779&canal=14




ÁUDIO - Novo Testamento

Operação LAVA JATO

Operação LAVA JATO
Operação LAVA JATO

Nosso recall - AS MAIS ACESSADAS

GUERRILHA

Palavras-chave para encontrar as mensagens afins

'picou o fumo' (1) 1859 (1) 1984 (1) 83 anos (1) A Revolução dos Bichos (1) Abel (1) aborto (1) abstinência (1) ABU (1) Academia (2) acústico (1) Aécio (1) aforismo (6) Agur (1) Alagoas (1) Alexander Blackford (1) Alexandria (1) aliança (2) aloprados (5) Améria Latina (1) América Latina (2) Amigos (1) anticomunismo (18) Anticristo (2) Antony Muller (1) Apologética (8) apostila (1) Aracaju (1) arte (13) AT (1) ateísmo (1) atualização (1) aula (4) banda mais bonita da cidade (2) Bandeira Nacional (1) Barack Obama (3) Batistas do Brasil (1) batistões (1) BBC (1) bênção (1) Bené Barbosa (1) Bento XVI (1) Betânia (1) Bíblia (10) biologia (1) Brasil (29) Bruno Garschagen (1) C. S. Lewis (4) Cabo Anselmo (1) Caim (1) Caio Fábio (2) Calvário (1) calvinistas (5) Calvino500 (5) canções (8) Capitalismo (2) Casa Editora Presbiteriana (1) casamento (1) castidade (1) CEP (1) ciência (3) cinema (1) citações (2) compromisso (3) comunidades (1) comunismo (12) Confissão de Fé (3) Confissão de Fé da Guanabara (3) Confissão de Fé de Westminster (1) consciência cristã (2) conservadores (7) Constituição Federal (2) Copa do Mundo (1) Cornelius van Til (1) corrupção (4) Cosmovisão (3) CPAJ (1) cria (1) CRIAÇÃO-QUEDA-REDENÇÃO (2) criacionismo (2) cristianismo (9) Cuba (5) cultura (7) curiosidades (1) curso (2) D. Pedro II (1) Darth Vader (1) Darwin (1) darwinismo (1) Davi Charles Gomes (1) David Portela (1) debate (2) DEM (2) Democracia (3) dengue (2) depravação total (1) descaso (3) Desenho Inteligente (1) desmando (1) Deus (1) DI (1) Dilma (10) direita (5) direito (2) distopia (1) ditadura (8) Ditadura gay (7) documentário (1) doutorado (1) Drummond de Andrade (1) Duran Duran (1) eclesiologia (1) economia (5) Ed René Kivitz (1) Editora FIEL (1) Eduardo Galeano (1) Eduardo Mano (1) Edward Elgar (1) Egito (2) Eleição (2) eleições (9) Enéas Carneiro (1) EPL (1) escândalo (1) Escola Austríaca (1) esperança (1) espiritualidade (1) esquerda (6) Estado (2) Estudantes Pela Liberdade (2) ética (2) EUA (4) evangelismo reformado (2) Evangelização (6) exegese (1) Exército Brasileiro (2) Exposições Bíblicas (6) Família (1) Fança (1) FARC (2) fascismo (1) (5) fé reformada (3) felicidade (1) Felipe Moura (1) Fernanda Takai (1) Fernando Pessoa (1) Fidel Castro (2) FIFA (2) filme (1) filosofia (6) Forças Especiais (1) formatura (1) Foro São Paulo (5) foto (4) França Antártica (3) Francis Shaeffer (3) Francisco Leonardo Schalkwijk (1) futebol (2) futebolatria (1) Gabriel Melo (1) Gênesis (1) gente (1) George Orwell (2) George W. Bush (1) Gladir Cabral (1) Gordon Clark (1) governo (5) governo mundial (1) graça comum (2) Guilherme de Carvalho (2) Habreus (1) hangout (1) Hermann Dooyeweerd (2) hermenêutica (1) hetero (2) hipocrisia (1) história (2) homenagem (1) Hugo Chaves (2) huguenotes (2) Humberto Gessinger (1) Humor (9) identidade (1) ideologia de gênero (1) idolatria (2) Igreja (5) Igreja Presbiteriana (8) Igreja Presbiteriana da Escócia (1) igreja romana (1) incoerência (1) indiferença (1) Ìndio da Costa (1) Inerrância bíblica (4) Intelligent Design (1) internet (1) IP Simão Dias (4) IPB (7) IPB150 (2) IPSD (1) ironia (1) Itaporanga Dajuda (1) Jan Lievens (1) Jesus Cristo (5) JMC (2) (1) João Calvino (6) João Pereira Coutinho (1) John MacArthur (1) John Piper (1) Jorge Camargo (1) Jorge Rheder (1) José Anselmo dos Santos (1) Josh McDowell (1) julgamento do mensalão (1) KGB (1) Kim Kataguiri (1) L'Abri Brasil (2) Lagarto (3) Laranjeiras (1) Laudelino Freire (1) leis (2) liberais (2) liberalismo econômico (5) liberalismo teológico (2) liberdade de expressão (2) Liberte-SE UFS (1) lirismo (1) literatura (1) livros (4) Lobão (1) lógica (1) Ludgero Bonilha (1) Ludwig von Mises (1) Luiz Felipe Pondé (2) LULA-PT (20) Lupércio Damasceno (1) mães (1) mal (1) maldição (2) mandato cultural (2) manutenção (1) mapas (1) Marcos Almeida (1) Marcos Eberlin (1) Marina (1) Mark Dever (1) Martinho Lutero (2) mártires (1) Marx (2) marxismo (2) masculinidade (1) Mauricio Pereira (1) Mauro Abranches (1) Max Weber (1) médicos cubanos (1) mensalão (1) mentira (2) método histórico-gramatical (1) Milton Friedman (1) Ministério FIEL (1) Mises Brasil (1) missões presbiterianas (1) Mocidade Presbiteriana (1) movimento gospel (2) Movimento Viva Brasil (1) Mr. Bean (1) MST (1) música (18) nacionalismo (1) Nancy Pearcey (1) Nárnia (1) Natal (2) natureza (1) Nelson Bomilcar (2) neopentecostalismo (1) Nova Ordem Mundial (1) NT (1) nutrição (1) Olavo de Carvalho (4) oração (2) Os Trabalhadores do Mar (1) Paixão de Cristo (1) Palavra de Deus (6) Palavrantiga (1) palestra (1) Papa (2) PAPAweek (1) Paraguai (1) páscoa (1) pastorado (1) Pato Fu (1) pátria (1) Patrocínio (1) Paulinho Marota (1) Paulo Autran (1) pecado (9) pérolas (2) pesquisa (1) PeTralhas (17) piedade (1) poesia (18) policial (1) política (36) Pregação (3) Presb. Udilson Soares Ribeiro (1) presbiterianismo (1) Presbiterianos em Sergipe (1) Prof. Dr. William de Siqueira Piauí (1) PRONA (1) propriedade privada (1) protesto (5) Provérbios (1) pureza (1) química (1) R. R. Tolkien (1) rádio (1) Rebanhão (1) redenção (1) Reforma Protestante (8) religião (2) resistência (1) ressurreição (1) Rev. Gilmar Araujo Gomes (7) Rev. Ruben Viana (1) revolta (2) revolução (6) Revolução Cultural (3) Revolução Francesa (1) rio São Francisco (1) Roberto Campos (1) Robespierre (1) Roda Viva (1) Rodrigo Lopés (1) Romanismo (3) Rookmaaker (1) Rowan Atkinson (1) Salomão (1) saúde (1) secularismo (3) seita (2) Semana Teológica (1) sergipano (6) Sergipe (8) sexo (2) shalom (1) Sibéria (1) Silvio Romero (1) Simão Dias (2) simbologia (2) símbolos cristãos (1) sistema conciliar (3) sistema de governo (7) sistema federativo (2) socialismo (2) Star Wars (1) Stênio Marcius (4) Suécia (1) Tabernáculo (1) Taiga (1) Taxonomia (1) tecnologia (1) televisão (1) teodiceia (1) Teologia (12) terrorismo (5) terrorista (2) Testemunho (4) Tiago Iorc (1) tirania (2) Tobias Barreto (1) totalitarismo (6) Trovoa (1) Tunísia (1) UFS (4) Universidade Presbiteriana Mackenzie (5) utopia (1) Verdade (3) Victor Hugo (1) vida (1) vida rústica (1) Vídeos (26) votos (1) Wittenberg (1) Zusha Music (1)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

MAIS ALIMENTO

---------------------- Reina-Valera (RVR 1995) ---------------------- Nouvelle Edition de Genève (NEG1979) ---------------------- New International Version (NIV) ---------------------- ---------------------- ---------------------- FONTE: https://www.biblegateway.com/usage/votd/custom_votd/?version=NIV

CANÇÃO PARA JÓ - Gladir Cabral

https://w.soundcloud.com/player/?visual=true&url=https%3A%2F%2Fapi.soundcloud.com%2Ftracks%2F130150703&show_artwork=true&= FONTE: https://www.youtube.com/watch?v=TuWnsp1GML4